18/05/2021

Aquaplanagem: Entenda o que é e como evitá-la

Existem algumas situações capazes de colocar o condutor de um veículo em risco. A aquaplanagem é uma delas. Entenda o que é e como evitá-la!

 


Conhecer mais sobre a aquaplanagem é a melhor forma de se preparar, para saber o que fazer se esse cenário se apresentar para você.

 


Afinal, qualquer pessoa que dirige, seja um carro, motocicleta ou caminhão, está sujeito a sofrer com  esse tipo de problema.

 


Ao entender o que é a aquaplanagem e como evitá-la, você tem a possibilidade de lidar com a situação de forma rápida e segura. 

 


O que é aquaplanagem?

 


A aquaplanagem, também chamada de hidroplanagem, é um evento que acontece quando o veículo perde o atrito das rodas com a estrada, causado pelo acúmulo de água na pista.

 


Na prática, ao aquaplanar, o veículo desliza sobre uma fina camada de água, presente na pista, fazendo com que, em alguns casos, as rodas travem. 

 


Assim, o condutor não consegue controlar o veículo, sendo ainda impedido de utilizar os freios de forma adequada.

 


Ao perder o controle do veículo, acidentes de diferentes proporções podem acontecer, de batidas em outros carros até o capotamento.

 


De acordo com pesquisas, a aquaplanagem foi responsável por mais de 4% dos acidentes de trânsito no Brasil (dados de 2018). Isso mostra o quanto a situação pode ser perigosa. 

 


Além disso, muitos condutores não sabem reconhecer ou agir diante de uma aquaplanagem. Sem saber como agir, um cenário controlável pode se tornar um grande acidente.

 


Por que o veículo sofre aquaplanagem?

 


De forma geral, a aquaplanagem acontece quando o veículo passa por pontos da via onde existem poças ou onde a água da chuva não consegue ser adequadamente escoada.

 


Com a fina camada de água sobre a estrada, as rodas perdem o contato com o solo com mais facilidade, e é nesse momento que a aquaplanagem acontece.

 


Esse tipo de situação acontece com mais frequência em vias urbanas e rodovias, especialmente em dias de chuva. 

 


Porém, além da pista molhada, um pneu desgastado também tem papel fundamental na ocorrência de uma aquaplanagem.

 


Sem sulcos bem definidos, a água da pista não consegue ser drenada, fazendo com que a camada formada entre a estrada e as rodas se torne um risco.

 


Como reconhecer e agir em hidroplanagens?

 


Em muitos casos, uma situação de aquaplanagem poderia ser resolvida se o condutor conseguisse reconhecer e agir rapidamente.

 


Porém, esse é o tipo de cenário que não pode ser replicado em treinos e autoescolas. O que faz com que muitos motoristas não tenham conhecimento para lidar com o problema.

 


Por isso, saber como reconhecer e como agir nesses casos é a melhor solução para a aquaplanagem.

 


Primeiro, você vai reconhecer que está em uma hidroplanagem ao sentir que a direção ficou mais leve e que houve o aumento do giro do motor. 

 


É fundamental que, neste momento, você tente manter a calma e controlar o emocional. O pânico será um grande inimigo para controlar a situação.

 


Então, desacelere o veículo aos poucos, para que o giro do motor diminua. Enquanto isso, mantenha o volante parado e firme. 

 


Se o seu veículo tiver freios ABS, o ideal é fazer com que as rodas não travem na frenagem. Assim, quando os pneus voltarem a aderir ao asfalto, você terá controle do carro.

 


Como evitar a aquaplanagem do veículo

 


Passar por uma aquaplanagem é algo a que todo condutor está sujeito. Entretanto, existem alguns cuidados que podem ser tomados, para evitar a situação.

 


Nesse caso, são quatro as principais dicas para evitar a aquaplanagem do veículo:

 


Mantenha bons pneus no veículo

 


Pneus bem conservados são essenciais para evitar a aquaplanagem. Isso porque, com sulcos mais profundos, a água da pista pode escoar, mantendo o atrito adequado.

 


Na maioria dos casos de aquaplanagem, os pneus estavam carecas ou em mau estado de conservação.

 


Sem os sulcos bem definidos, o pneu perde a aderência com o solo, fazendo com que poças de água se tornem grandes perigos.

 


Por isso, a primeira dica para evitar a aquaplanagem do veículo é sempre rodar com pneus em boas condições, dentro do seu prazo de validade.

 


A calibragem correta

 


Outro fator que pode colaborar para a aquaplanagem é o pneu mal calibrado. 

 


Isso acontece porque, quando o pneu começa a ficar murcho, é comum que haja uma curvatura para dentro, deixando o centro do pneu mais alto.

 


Nessa estrutura, o escoamento da água feito pelos sulcos não acontece com a mesma qualidade.  

 


Por isso, de tempos em tempos, lembre-se de calibrar os pneus. E se você tiver dúvidas sobre a quantidade de libras, busque a informação no manual do proprietário do veículo. 

 

Reduza a velocidade

 


Rodar em alta velocidade em uma pista afetada pela chuva aumenta as possibilidades de aquaplanar o carro.

 


Quanto maior for a velocidade do carro, menor é o tempo que a água percorre os sulcos do pneu.

 

 

Ao conduzir seu veículo sob chuva ou em casos de pista molhada, é recomendável reduzir a velocidade cerca de 30% do que é permitido na via.

 


Lembre-se ainda que ao frear ou acelerar, o ideal é acionar os comandos com calma, para que o carro se movimente gradualmente.

 


Não ao piloto automático

 


Por fim, você também pode evitar a aquaplanagem ao reservar o piloto automático, presente em carros mais modernos, somente aos dias de sol.

 


Em caso de chuva, o piloto automático pode reconhecer a água acumulada como um obstáculo a ser ultrapassado e aumentar a potência.

 


Com maior potência em situações de chuva, perder o controle do carro é fácil.

 


Motorista sempre atento

 


Fazer parte do trânsito significa estar exposto às mais variadas situações – inclusive a aquaplanagem.

 


O que faz a diferença, nesse e em outros casos, é a atenção e a preparação.

 


Antes de sair de carro, confira os pneus e lembre-se de seguir as normas de trânsito, respeitando a velocidade e o modo de direção.

 


Assim, com bons pneus, na calibragem adequada e com a atenção necessária, você reduz riscos e consegue rodar com segurança.